Municípios ganharão sistema para monitorar eventos climáticos

Numa parceria inédita entre a Universidade Federal do Rio Grande Campus Santo Antônio da Patrulha e a Climatempo, foram firmados, na manhã desta quinta-feira, 28, os termos de parceria com quatro municípios do Litoral Norte gaúcho e a empresa, que é a maior do Brasil em consultoria de meteorologia, para monitoramento e alertas automáticos de pontos estratégicos eventos climáticos. O documento foi assinado pela representante da Climatempo e Head de projetos governamentais, Cátia Valente e pelos representantes dos municípios de Santo Antônio da Patrulha, Cidreira, Tramandaí e Mampituba e será válido pelo período de 12 meses.

O projeto está em fase experimental em algumas das cidades turísticas que integram a Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo (Aprecespe) por meio do Parque Tecnológico São José dos Campos e da empresa Climatempo (StormGeo Company). Agora, a iniciativa será aplicada no Rio Grande do Sul, especialmente em cidades do Litoral Norte do Estado que estão, em conjunto, atuando para o desenvolvimento da atividade turística na região o ano todo.

A apresentação do Sistema de Monitoramento e Alerta Climatempo e dos termos que constituem o projeto de parceria foram explicados pela meteorologista Cátia Valente, que apresentou movimentações climáticas em tempo real dos locais monitorados para exemplificar como funciona o programa.

Segundo a meteorologista Cátia Valente, o projeto prevê o cercamento eletrônico de uma grande área do Litoral Norte do Estado sob o ponto de vista climático. “Dessa forma, os municípios terão à sua disposição uma ferramenta de monitoramento e alertas automáticos com previsão do tempo de hora a hora, 24 horas por dia, sete dias por semana,” enfatiza.

O Coronel Rodrigo Dutra, ex-subchefe da Defesa Civil do Estado e consultor de projetos governamentais da Climatempo, complementou a explanação lembrando que as atividades de preparação e de resposta a eventos adversos necessitam de monitoramento e alerta antecipado, pois permitem aos municípios antever ações tanto no que se refere à emissão de alertas quanto no acionamento das equipes de atendimento à população. Além disso, o cercamento eletrônico meteorológico que será implementado está em alinhamento com o Sistema Integrado de Monitoramento e Alerta do Rio Grande do Sul.

O sistema permitirá igualmente o monitoramento de tempestades, raios em tempo real, chuvas, ressacas, ventos e queimadas. Ao receberem os alertas por voz, e-mail ou push, as administrações municipais juntamente com a Defesa Civil, poderão agilizar a tomada de decisão para a segurança da população e visitantes.

Para Antônio Valente, a parceria com a Climatempo irá beneficiar sobremaneira a região na medida em que, além do monitoramento do clima, a iniciativa irá divulgar os grandes eventos turísticos dessas cidades para todo o país através das diversas mídias da empresa de meteorologia. “A Climatempo tem mais de 65 milhões de acessos ao mês no seu site e com esta parceria, abre também um espaço para divulgar as ações destas cidades, o que irá atrair também o olhar do turista para esses municípios”, salienta o diretor.

E evento ocorreu nas dependências da sala PA2 do prédio administrativo da Unidade Bom Princípio do campus FURG-SAP e recebeu autoridades de diversas cidades que vieram também conhecer o projeto, podendo integrá-lo no futuro. Estavam presentes o prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Rodrigo Massulo; vice-prefeito, Marcelo dos Santos Silva; prefeito de Cidreira, Elimar Tomaz Pacheco; presidente da ATL Norte, Flavio Holmer; coordenador da Defesa Civil e Secretário municipal de Segurança, Direitos Humanos e Transportes de Tramandaí, Claudiomir da Silva; secretário de Turismo de Mampituba, Wilson José do Nascimento Junior; procurador da prefeitura de Capão da Canoa, Tiago Davi Aguilar; autoridades da Defesa Civil das cidades citadas, vereadores e secretários municipais patrulhenses.

Este material foi produzido de acordo com as normas disciplinadas pela Instrução Normativa nº 1, de 11 de abril de 2018, bem como se ancora e respeita os demais materiais publicados até o momento no que tange o regramento para a comunicação pública dos órgãos federais durante o período de defeso eleitoral, compreendido de 2 de julho a 2 de outubro, podendo ser prorrogado até o dia 30 do mesmo mês em caso de segundo turno.

HORÁRIO DO TRANSLADO UCA-UBP EM 28/11

Último horário da manhã: 12:20 h

INTERRUPÇÃO À TARDE EM FUNÇÃO DA COPA (PORTARIA 9763 DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA)

Primeiro horário da noite: 18:40 h

Notícias do Campus